MOVIMENTO PELA IMEDIATA EXECUÇÃO DE OBRAS DE

video Desde 2007 o Cejupaz e algumas entidades representando os interesses dos moradores dos bairros Parque Alvorada e Sete Estrelas deram início uma denúncia ambiental junto ao Ministério Público e às Secretarias Municipal de Infra Estrutura e de Meio ambiente pela imediata execução de obras de saneamento básico no Barreirão localizado na rua 21 do bairro Parque Alvorada. O movimento teve inicio no dia 1 de junho de 2007, de lá até então, muitos problemas já forão apontados como: o sofrimento dos moradores, sobretudo, os que vivem ao entorno do Barreirão, a destruição do meio ambiente, a demora do Poder Público em resolver o problema e etc. Dentre as muitas reuniões e audiências realizadas com o fim de pressionar o Poder Público a cumprir com sua responsabilidade a última aconteceu na sede da Associação de Moradores do bairro Sete Estrelas no dia 22 de abril de 2010. Na ocasião a comunidade faz questionamentos em tom de indignação sobre o problema: por que só agora próximo as eleições é que a obra está indo para frente? O processo de jogar entulho no local piorando ainda mais a situação foi de iniciativa da própria prefeitura; por que nos últimos anos, no que diz respeito as obras de urbanização, a Cidade Nova foi mais privilegiado do que o Sete Estrelas? Qual o papel da Secretaria de Infra Estrutura no que concerne a fiscalização das obras de saneamento que estão sendo feitos em Timon? Por que algumas vezes o Poder Público se recusou a atender ao pedido de alguns cidadãos que foram cobrar da prefeitura melhoria para o bairro, incluindo também o Barreriãos? O Secreário Municipal de Infra Estrutura, Antonio Delfino, tentou responder as perguntas fazendo lembrança ao início da campanha de urbanização do Barreirão, que já faz mais de três anos, dizendo que o dinheiro para execução da arquitetura é coisa garantida e o edital já foi publicado para escolha da empresa a assumir o projeto. Por fim declara Delfino que o Barreirão não é mais problema, pois se trata de um problema resolvido. Segundo o Senhor Sidney, coordenador e Srª Vivia, arquiteta, ambos do PAC de Timon o projeto já etá resolvido, pelo menos, elabora e aprovação do plano de ação a ser efetuado. E no plano médio de 20 dias a obras terá início. A realidade é que hoje 26 de junho de 2010 a obra ainda não teve início e mais um prazo não foi cumprido. E a população sofre mais e mais com os mesmos problemas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça aqui seu comentário: